Angola

Angola, um país para construir !

Exportar para Angola

Angola é um País muito rico a nível de recursos naturais.

Com um solo e sub-solo de extensissimo valor, a nível de minérios, gás natural e petróleo, assim como produção de café, açúcar e bio-diesel, este é um mercado apetecível para a grande maioria dos empresários mundiais, que pretendem exportar para Angola, como uma das principais prioridades.

Com cerca de 19,6 milhões de habitantes, Angola tem a sua capital localizada em Luanda. A sua unidade monetária é o Kwanza Angolano.
Tendo ocupado, em 2010, o 51º lugar como exportador e o 69º como importador, tem como principais clientes os mercados Chinês, Americano e Tailandês, e como principais fornecedores o mercado Português, Chines e a América do Norte, segundo dados do AICEP Portugal

 

Perfil do mercado Angolano

Indicadores Macroeconómicos2009a2010a2011b2012c2013c2014c
PIB a preços de mercado (109USD)
PIB per capita (USD)
Crescimento real do PIB (var %)
Saldo do sector público (% do PIB)
Dívida pública (% PIB)
Saldo da balança corrente (109 USD)
Importações de bens e serviços (var %)
Taxa de inflacção (média)
75,5
4.070
0,8
-4,9
24,1
-7.572
0,9
13,9
82,5
4.320
3,4
-6,8
22,8
-7.421
-0,1
14,5
 
104,6
5.330
3,4
7,1
18,1
16.017
2,5
13,5
 
123,4
6.120
8,0
8,4
16,9
20.199
8,2
11,3
 
145,0
7.000
7,0
5,3
15,7
17.292
7,5
9,6
 
170,1
7.990
6,2
5,4
13,5
19.168
3,8
8,5








Notas
: (a) - Valores efectivos | (b) - Estimativas | (c) - Previsões
Adaptado de http://www.portugalglobal.pt

Nos últimos anos em franca expansão económica, a aposta em infraestruturas rodoviárias e ferroviárias, bem como equipamentos urbanos fizeram o setor da construção civil ter um forte crescimento no País, acompanhado por estabilidade política, económica e social.

Saiba mais

Fazer negócios e exportar para Angola

Se pretende exportar para Angola, deve compreender que é um mercado complexo para iniciar a internacionalização pelo que o correto apoio no momento da prospeção pode ser fator chave para o sucesso e orientação.
Existem um conjunto de procedimentos e trâmites necessários conhecer e cumprir, ao nível da legislação, para exportar para Angola. Todas estas regras devem ser cumpridas, para que os negócios sejam desenvolvidos em conformidade com o País, e de forma legal.

Dicas úteis para negociar e exportar para Angola

  • Se pretende começar a exportar para Angola, planeie e calendarize todos os negócios com rigor, tanto a nível jurídico, como financeiro, recursos humanos e comunicação.
  • Investir em Angola significa ter capacidade de adaptação e reação ao contexto Africano, totalmente diferente do contexto Europeu. Deste modo se pretende iniciar o processo de exportar para Angola, é fundamental o profundo conhecimento do mercado.
  • É possível prestar serviços a clientes em Angola sem representação local, no entanto, na lei das sociedades comerciais Angolana está estabelecido que no caso de prestação superior a um ano, esta deverá ser acompanhada por representação local.
  • Os negócios mais importantes devem ser realizados pessoalmente pelo gestor ou equipa de gestão da empresa.
  • As negociações poderão ser conduzidas em Inglês.
  • Por regra, os Angolanos são um povo animado e hospitaleiro, sendo corteses e recetivos com os negociadores estrangeiros. Tendo forte espírito empresarial, são bastante atentos à perspetiva de concretização de novos negócios.

Com as devidas precauções tem, deste modo, porta aberta para começar a exportar para Angola!
Negociar e investir além fronteiras é um processo sério, oneroso e que leva bastante tempo de análise e negociação. Uma empresa deve apoiar-se neste momento, através de profissionais experientes em cada mercado, nomeadamente, se pretende exportar para Angola, como forma de garantir que todos os processos e formalidades são cumpridos, tendo a certeza que o seu processo de internacionalização corre com todo o sucesso.


Fechar

Exporte os seus produtos/serviços para Angola !

 

* Este site respeita o novo acordo ortográfico